Guia Alfa Capital Clube de Investimentos

Bem vindo ao Alfa Capital Clube de Investimentos.

Começamos agora uma nova jornada, com muitas horas de voo acumulada.

O destino é o mesmo: multiplicar nosso capital através das ações das melhores empresas, compradas aos melhores preços.

Acreditamos no Brasil. Sobrevivemos à pior recessão de nossa história. Agora é a hora de crescermos com a retomada.

Compre Brasil.

Para fazer parte, converse com o gestor.

 

O que é o Alfa Capital?

O Alfa Capital Clube de Investimentos é um fundo de ações do tipo Long Biased, ou seja, usa estratégias de posições compradas e também vendidas.

Está disponível a todos os investidores exclusivamente através da XP Investimentos. O processo de abertura de conta é simples, online e gratuito.

Inscrito sob CNPJ/MF nº 032.655.777/0001-80 registrado na BM&FBOVESPA S/A sob o nº 7698 administrado pela XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 02.332.886/0001-04.

 

O que é um Clube de Investimentos?

Clube de Investimento é um veículo de investimento coletivo com no mínimo 3 e no máximo 50 participantes, para aplicação preponderante (67%) em títulos e valores mobiliários com características de participação – ações; bônus de subscrição; debêntures conversíveis em ações de emissão de companhias abertas; recibos de subscrição; cotas de fundos de índices de ações negociados em mercado organizado (ETF’s de ações); e certificados de depósitos de ações.

Os Clubes de Investimento são regulados na Instrução CVM 494 e no Regulamento de Clubes da B3, onde se encontram registrados. Além das normas de mercado, cada clube conta também com um estatuto social.

Especificamente, o Alfa Capital é um fundo de investimento exclusivo em ações, custodiado e administrado pela XP Investimentos.

 

Por que investir em ações?

Investir em capital produtivo deve necessariamente gerar mais retorno que investir em dívida (renda fixa). Do contrário, ninguém abriria uma empresa ou empreenderia, certo?

Mas essa não era a realidade do Brasil até pouco tempo.

Com juros de dois dígitos e baixo risco, fundos de renda fixa frequentemente superavam a rentabilidade de muitos negócios.

Na prática, era muito mais rentável (retorno ajustado pelo risco) deixar o dinheiro parado no banco.

À medida em que caminhamos para uma economia com taxas de juro ao redor de 6% ao ano, capital produtivo performa necessariamente mais do que renda fixa.

Atravessamos um momento único na história do Brasil. Saindo da maior recessão de nossa história, as empresas listadas em bolsa são verdadeiros sobreviventes.

Queremos nosso patrimônio crescendo com elas.

 

Investir em ações é seguro?

Sim. Com ressalvas.

O mercado é cíclico. Nada sobe ou cai indefinidamente.

O maior risco está em você pagar acima do valor justo de uma ação.

Quer perder dinheiro investindo em ações? Compre na máxima, venda na mínima.

Ou ainda comprando ações de empresas que prometem entregar resultados acima do razoável.

 

O fundo gera renda mensal?

Não.

Esse é um ponto importante. Ações geram dividendos e podemos empregar estratégias com opções para gerar ainda mais retorno. Mas todo o capital é reinvestido no próprio fundo.

Nosso foco é na valorização da cota para o acionista.

 

Qual a filosofia de investimento do Fundo?

Somos orientados a value.

Compramos bons negócios, negociando a preços inferiores a seus valores justos.

O que isso quer dizer?

De maneira técnica, bons negócios são empresas de alto ROIC (return on investment capital), com forte geração de caixa atual e futura, com previsibilidade de receitas e com boas barreiras de proteção a novos entrantes.

E bons preços significam que estejam sendo negociadas a um Earning Yield (EBIT/Enterprise Value) que supera nosso custo de oportunidade.

Não basta apenas comprar boas empresas. Elas precisam estar baratas.

Exigimos um prêmio pelo risco de um ativo de renda variável.

Comprar uma ação a qualquer preço significa abrir mão do prêmio, mantendo apenas seu risco.

 

A metodologia value investing

Value investing é entender que preço é diferente de valor.

Você me venderia seu carro ao preço de 1.000 Reais?

É provável que não. Isso porque você tem uma noção do valor de mercado do seu carro, e este preço que ofereci provavelmente está (muito) abaixo do valor justo.

Uma ação também não tem um valor aleatório. Seu valor deriva da projeção de lucros futuros da empresa.

Em termos técnicos, a soma de seus fluxos de caixa futuros trazidos a valor presente.

Empresas que crescem e aumentam seus lucros, tem suas ações valorizadas. Se a empresa perde mercado e vê seus lucros caindo, o preço de suas ações caem.

Simples assim.

O segredo é que na maior parte do tempo as ações não são negociadas a seus valores justos, por inúmeros fatores. Elas podem estar subvalorizadas quando há pessimismo e aversão a risco ou sobrevalorizadas em momentos de euforia do mercado.

 

Value investing funciona?

Algumas das maiores fortunas do planeta foram geradas através da metodologia do Value Investing.

Comprar barato para vender caro nunca sai de moda.

 

Quem é o gestor?

Marcelo Przedzmirski é MBA em Gestão Estratégica de Empresas pela FGV e MBA em Gestão Financeira: Mercados Financeiros e de Capitais, também pela FGV.

Após mais de 10 anos como investidor do mercado financeiro fundou a Veertu invest school, empresa dedicada à educação financeira.

A dedicação à gestão do Alfa Capital é full time.

 

O gestor tem um track record?

Sim.

Desde sua criação em 2017, o Alfa Capital acumula rentabilidade de 336% sobre CDI ou 25,28% em rentabilidade absoluta.
Isso o deixa entre os 100 fundos de ações mais rentáveis do país no período, segundo ranking InfoMoney.

Você pode acessar os relatórios de gestão passados aqui.

 

O gestor investe no próprio fundo?

Sim.

O gestor aloca seu patrimônio no próprio fundo. Não há conflito de interesses e suas decisões estão alinhadas com o objetivo dos cotistas.

Skin in the game.

 

O gestor pode resgatar o dinheiro do cotista?

Não.

O gestor não tem acesso a movimentações financeiras como saques ou resgates.

Apenas determina a alocação do capital do fundo de acordo com sua estratégia. As movimentações financeiras são realizadas e auditadas apenas pela XP Investimentos.

 

Qual o horizonte de investimento ideal?

Você já deve ter ouvido falar que investir em ações é para o longo prazo (anos).

Mas sabe por que?

Ao comprar uma ação, sua valorização depende dos resultados (lucro) que a empresa vai gerar ao longo de sua existência.

Esses resultados são apresentados publicamente ao mercado a cada três meses. Assim, temos 4 momentos decisivos para nossas ações ao longo de cada ano (os balanços trimestrais), e analisando as demonstrações financeiras ao longo do tempo entendemos se a empresa está crescendo e gerando valor para o acionista.

São esses resultados que ditam o preço de uma ação, ao longo dos anos.

No curto prazo, a oscilação de preços é aleatória e imprevisível. Mas ao longo dos anos segue necessariamente a performance da operação da empresa.

Se você investe em ações em um horizonte de tempo muito curto, se expõe apenas aos movimentos aleatórios do mercado.

 

Como investir?

O primeiro passo é ter uma conta na corretora XP Investimentos. O processo é online e gratuito.

O segundo é assinar o termo de adesão do clube.

Após isso, você transfere recursos para sua conta na XP via TED e solicita aplicação no fundo através do seu assessor.

 

Quanto devo investir no Alfa Capital?

A alocação ideal em ações varia de pessoa para pessoa e depende de muitos fatores.

Como consenso de mercado, uma alocação 80% em renda fixa e 20% em ações é considerada conservadora.

O segredo é nunca investir capital de curto prazo em ações. Se você precisa resgatar o dinheiro para os próximos meses, nunca deve investi-lo em ações.

Converse com o gestor para descobrir sua alocação ideal.

 

Qual o retorno esperado?

Nossa meta é superar nosso benchmark, o Ibovespa.

O Ibovespa é um índice teórico de 65 empresas brasileiras listadas em bolsa.

Muitas dessas empresas estão caras, e podem não receber nossos aportes.

 

Quando posso resgatar meu dinheiro?

A qualquer momento.

O fundo tem liquidez D+4.

 

Quais os custos?

O fundo tem taxa de administração anual de 2% relativos aos custos de operação, repassados integralmente à XP Investimentos.

A tributação de um fundo de ações é de 15% de IR sobre a rentabilidade, apenas no momento do resgate. Não há a incidência de “come-cotas” em Fundos de Ações.

O gestor é remunerado através de performance. 20% sobre o que exceder a variação do Ibovespa.

Esta cobrança é realizada semestralmente, apenas sobre a rentabilidade que ultrapassar o benchmark, e se a rentabilidade for positiva. Caso a performance do Fundo seja negativa, não haverá cobrança da taxa de performance, mesmo se exceder o benchmark.

Em outras palavras, o gestor só ganha se você também ganhar.

 

 

Marcelo Przedzmirski

Marcelo Przedzmirski é gestor do fundo de ações Alfa Capital e investe no mercado financeiro há mais de 10 anos. MBA em Gestão Estratégica de Empresas pela FGV e MBA em Gestão Financeira: Mercados Financeiros e de Capitais, também pela FGV.