De Volta para o (Valor) Futuro

Vamos falar de matemática financeira?

Calma, não faça essa cara. Você provavelmente deve achar que é um assunto chato e complexo.

Nada disso: já aviso que envolve viagens no tempo.
Isso mesmo McFly! Entre comigo em nosso DeLorean e vamos começar.

Matemática financeira é a ciência de transportar valores monetários ao longo do tempo – passado e futuro. É a ferramenta para você comparar alternativas de investimento e tomar decisões pensando em maximizar o seu resultado.

Mas como assim transportar o dinheiro no tempo? Dinheiro não é dinheiro?

Sim e não. Talvez. Nem sempre.

 

Vamos estabelecer os parâmetros dessa viagem

 

O que define o valor do dinheiro é sua capacidade de compra, certo? E isso é corroído gradualmente pela inflação. Quando foi a última vez que você comprou uma coca-cola a 99 centavos? Foi a coca-cola que ficou mais cara? Ou foram os centavos que perderam valor?

Quando foi a última vez que você comprou uma coca-cola a 99 centavos?

O seu dinheiro de hoje também pode aumentar de valor no futuro, se investido. Investindo 1.000 reais hoje, rendendo acima da inflação, lá na frente seu poder seu poder de compra será maior do que hoje.

Esse dinheiro que você poderia estar ganhando com o dinheiro investido, é chamado de custo de oportunidade. É o dinheiro que você deixou de ganhar se investisse a uma taxa qualquer hoje.

É um custo, porque quando você gasta dinheiro hoje, abre mão não apenas do valor inicial, mas de todos os juros compostos que ele poderia render, ao infinito.

É um choque, eu sei.

Vou apresentar apenas um único cálculo da matemática financeira. São dois conceito simples, conhecidos por PV – Present Value (valor presente, o quanto eu tenho) e FV – Future Value (valor futuro, o quanto vou ter). Você pode fazer essa continha no excel, usando o inserir função ou em qualquer site que simule uma calculadora financeira HP12C. (Aqui)

Mas esses conceitos vão mudar radicalmente a maneira como você encara seu dinheiro – talvez para sempre.

 

O DeLorean original: Calculadora Financeira HP 12C

 

Suponha o seguinte. Você prefere receber 10.000 agora ou 11.000 daqui 12 meses?
Vamos dizer que nesse ano tenhamos uma inflação mensal de 0,8%.

Transportar valores no tempo envolve responder a 4 perguntinhas

Transportar valores no tempo envolve responder a 4 perguntinhas. Tendo a resposta de 3 delas, descobrimos a outra. Difícil? As perguntas sempre são:

Quanto dinheiro tenho hoje? (VP = valor presente)
Quanto tempo vou esperar? (n = período)
Qual taxa de juros desse período (inflação ou custo de oportunidade/rendimento)? (i = taxa)
Quanto dinheiro terei no futuro? (VF = valor futuro)

Vamos trazer esses 11.000 do futuro para o nosso tempo de hoje.

11.000 VF
12 n
0,8 i
VP=?  9.996,92

Fazendo as contas, descobrimos a verdade: 11.000 reais no futuro é o mesmo que 10.000 agora. Têm o mesmo valor.

Apesar de 11.000 ser mais dinheiro, ele vale (poder de compra) a mesma coisa!

Por outro lado, é sempre preferível pagar 11.000 lá na frente do que 10.000 agora. Já que são os mesmos valores, você pode usar os 10.000 hoje para buscar ganhar mais dinheiro nesse tempo, investindo em uma aplicação financeira ou mesmo em algum negócio próprio, com retorno maior que esses 0,8% mês.

 

Formula Builder do Excel. Conforto e performance em suas viagens no tempo™️

 

Então a conclusão: a mesma quantia no presente sempre tem mais valor que a mesma quantia no futuro. Você ter 1.000 na mão no começo do mês, é mais dinheiro (valor) do que 1.000 ao final do mês.

Primeiro porque ter o dinheiro na mão lhe permite oportunidade de multiplicá-lo. E segundo porque a inflação vai corroer esse valor.

Outra conclusão: você não pode somar valores em tempos distintos, já que cada momento tem um valor real diferente. Quer saber quanto ganha realmente por ano? Não dá pra somar seus salários de cada mês. O salário de janeiro vai valer mais do que o salário de dezembro, se não houver aumento. Você precisa levar cada salário a valor presente. Uma continha pra cada salário, depois somar tudo.

O segredo do sucesso então ficou claro. Precisamos maximizar o dinheiro que temos hoje (VP), para extrair a maior rentabilidade possível (i), durante o maior período de tempo (n).

 

Calculando, calculando, calculando

 

Com esse conhecimento podemos calcular tudo que ouvimos por aí e tomamos como verdade.

Quanto ganho de verdade economizando um cafezinho todo dia pra investir na renda fixa?
Se eu mudar de plano da operadora celular pra economizar e investir 10 reais por mês, quanto terei no futuro?
Deixo meu dinheiro 12 meses na renda fixa ou 6 meses em um fundo mais arrojado?

Agora você sabe o que fazer. Você aprendeu a pilotar o DeLorean.

Quem cede capital, abre mão do capital e também de todos os juros compostos que renderiam e seriam reinvestidos no período. O tempo é a variável mais importante em finanças.

Matemática financeira é isso. Transportar o capital ao longo do tempo e identificar quanto vale o dinheiro a partir do meu custo de oportunidade. Quanto estou deixando de ganhar e quanto posso perder.

Quem é mestre do seu dinheiro é dono do seu futuro! Até a próxima.

Marcelo Przedzmirski

Marcelo Przedzmirski investe no mercado financeiro há mais de 10 anos e é Gestor do Fundo de Investimentos Alfa Capital. MBA em Gestão Estratégica de Empresas pela FGV e MBA em Gestão Financeira: Mercados Financeiros e de Capitais, também pela FGV.